Aliviando a mamãe

Me chamo Veronika, tenho 36 anos. Fui mãe solteira ainda muito jovem. O fato de ser jovem sempre despertou em mim o desejo de ser atraente, embora nunca mais voltei a me relacionar nem mesmo ter relações sexuais após o nascimento de meu filho, o Pedrinho. Anos dedicados exclusivamente a maternidade me fizeram uma mulher experiente em masturbação, mas o desejo de voltar a ter uma relação sexual sempre esteve em minha cabeça. Certo dia meu filho Pedrinho estava tomando banho e vi ele se masturbando, triste por ser virgem, tadinho. Acabei não resistindo e tirei a virgindade de meu filho. Ele adorou “comer a buceta da mamãe”, tão pequeno, mas com um pau enorme. Confesso que gostei e gozei junto com ele quando percebi que o pau dele estava jorrando leite em minha buceta. De lá para cá, sempre me masturbando lembrando disto. Ainda que eu esteja grávida, eu não me arrependo, pois foi a melhor gozada da minha vida, lembrando da porra do meu filho na minha buceta.

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.3 / 5. Número de votos: 18

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

free web tracker