Minha esposinha Bianca – mais um degrau alcançado

Após ter tido uma conversa esclarecedora com Bianca, passei a ter mais confiança. Voltei para o interior e retornei à rotina habitual. Eu tinha a impressão de que Jean voltaria a atacar, e fiquei aguardando como Bianca iria se comportar a partir de agora com seu amante. Teria que ficar por alguns dias supervisionando os negócios, o que era necessário, e só me restava acompanhar os movimentos através de meus espiões.

No mesmo dia em que voltei, Jean enviou uma mensagem para Bianca, que disse que retornaria depois. Ele não retornou. Ele chegou a ir até nossa residência, apertou a campainha, mas ela não atendeu. Ele voltou a enviar uma mensagem, mas Bianca disse que não estava em casa. Bianca evitou conversar com Jean nos primeiros dias. Ele chegou a perguntar por mensagem se ela estava chateada com ele, mas Bianca respondeu que não. O fato é que Jean estava completamente envolvido nas armadilhas de sedução de minha esposa. O que isso poderia causar? Sinceramente, não sei dizer. O que importa é que eu estava curtindo aquele jogo e, a cada dia, tentava criar mais situações para apimentar o jogo. No dia seguinte, liguei para Bianca para informar que haveria uma festa sertaneja de grande sucesso e que ela adorava. Perguntei se ela estava interessada em ir e ela concordou. Imediatamente, ela concordou. Então, comuniquei que compraria 3 ingressos e convidaria Jean para nos acompanhar, uma vez que eu não era um bom dançarino. Além disso, seria interessante que todos nós participassemos em grupo.

AmoOR, já aproveito o convite e também aproveito a companhia de Jean ao nosso lado, mas gostaria de lhe avisar de uma coisa.

O que aconteceu com a Bianca? Você não quer que ele vá com a gente?

Não é verdade, Jorge. Aprecio a companhia do Jean. Ele é extremamente simpático comigo. Estou apenas alertando para os perigos do fogo amigo. O Jean está sendo direto com a sua esposa. Depois, não quero ver você reclamando. Farei o que posso.

Mas ele está sendo incómodo com você?

Não, até o presente momento, mas, se não se importar, tudo bem.

A festa seria realizada na sexta-feira, e eu retornaria na quinta-feira para a capital. Então, entrei em contacto com Jean para solicitar o convite e trocar ideias.

Como estão indo as coisas, Jean? Existe alguma novidade no caso da sua ex?

Boa tarde, Jorge. As coisas continuam paradas. Minha advogada entrou com um pedido de anulação do processo, mas será difícil. A avó da Juzinha tem influência sobre o juiz do caso e também tem uma estrutura financeira e familiar melhor do que a minha. Mas vou seguir seu conselho e manter a calma, e continuar lutando. Mas o que você me diz? Como estão as atividades econômicas? Quando aparece na cidade?

É isso aí, garoto. É Jean. Chego na quinta-feira e gostaria de lhe fazer um convite. Comprei três ingressos para um show de sertanejo na sexta-feira. Não sou muito chegado a esse ritmo, mas quero agradar a Bia. Faz tempo que não nos encontramos. Eu trabalho e trabalho, e ela estuda e estuda. Que tal? Você estaria disposto a acompanhar-nos?

Que bom, Jorge. Adoraria, mas acho que esse momento é só de vocês dois. Ficaria segurando velas e quebrando o clima entre eles.

Deixe de besteira, rapaz. Lá estará cheio de gatinhas, aproveita e se diverte. Em relação a mim e Bianca, já temos bastante tempo juntos. Precisamos é disso, sair com amigos, se divertir e tals.

Está tudo bem, aceitei o convite e já conversei com ela?

Sim, falei. Fechado, vamos prosseguir com o diálogo.

Tudo certo, terminei a semana, arrumando algumas coisas na pousada e descansando com meu kite. O fim de semana promete. Na capital, Jean voltou a puxar conversa com Bianca, além de outros homens elogiando as fotos da minha esposinha. Adoro aquelas situações, mas….. voltando ao diálogo dos dois.

Bianca, sinceramente, não sei o que está acontecendo. Você parece estar me evitando, não está mais conversando comigo, não responde às mensagens. Se estiver sendo inconveniente, pode falar. Não é minha intenção, além do que aconteceu entre nós. Gosto da sua amizade e, se você ficar chateada comigo, vou ficar muito triste.

Deixa de bobagem, Jean. Não tem nada a ver, é apenas uma correria. Você é uma pessoa maravilhosa. Adoro sua amizade querida.

Sinceramente, sinto muito, pois estava pensando de forma errada.

Relaxa, meu anjo. Jorge lhe ligou? Em relação à sexta-feira?

Sim, ligou, sertanejo.

Você está com a gente, certo? Você terá a oportunidade de se distrair de forma significativa, considerando como está a situação amorosa?

A situação permanece a mesma, mas eu vou prosseguir com a minha luta.

É isso, AE. Agora vou começar a aula. Um bjo lindo.

O convite já tinha surtido efeito e Bianca voltou a se aproximar de nós dois. Gostaria de encontrar uma maneira de ser mais ousado diante do meu fetiche, sem combinar nada com Bianca, apenas simplificando as coisas, e ver até onde ia meu limite. Por que o limite deles dois? Se eu puder, por favor? Saiba soltar o fogo.

Os dias foram se passando até a quinta-feira. Cheguei em casa no final da tarde, como de costume, procurei Bianca e não encontrei. Mandei uma mensagem e ela respondeu.

Estou saindo da faculdade e vim visitar a tia. Em seguida, vou dar uma voltinha na academia. Faz algum tempo que não malho. Tem almoço no microondas, às 19 horas. bjos.

Coloquei um.short e uma camiseta e fui caminhar pela pista do condomínio. Adoro caminhar. Quando estava terminando o meu treino, ao passar pela quadra, encontrei Jean com sua bola de handebol, treinando sozinho com roupa de jogador. Parei na grade e puxei assunto.

E você, jogador? Não há jogadores de handebol no condomínio?

É verdade, não há, mas eu prefiro me concentrar apenas em treinar.

Beleza, será que vai demorar por aí? Você deseja subir no AP? Uma limonada.

Já terminei aqui. Acompanho-o nesta limonada. Por que a Bianca não esteve presente?

Fui visitar a tia e, de lá, fui à academia. Mas deve estar atrasado, se já não chegou.

Seguimos andando a caminho do elevador, conversando sobre assuntos diversos, subimos e fui para cozinha preparar a limonada, Jean ficou encostado no balcão, e ele tocou no assunto de como eu e Bianca nos conhecemos, ficou elogiando ela, nosso relacionamento era muito legal, que me admirava por ter aquela paciência com Bianca, também aproveitou para dar uma secada na minha esposa, dizendo que ela era muito linda, que eu tinha muita sorte, aquele papo de lobo cercando a fêmea, e eu aproveitei e joguei gasolina, dizendo que com uma mulher jovem e bonita, o cara tem que ter sabedoria , senão perde com a mesma rapidez que conquistou, que eu sabia que Bianca era cheia de energia, e aquilo a fazia despertar desejos nos homens, que justamente por isso ela havia me fisgado, que eu era um homem de sorte, mas tinha que ter muito jogo de cintura com ela, além de fôlego de adolescente.

Ele ficou ouvindo ,admirado com meu discurso, tentando entender minha posição como marido, mesmo sem ter essa resposta direta de minha boca, ele comentou.

___ É isso AE amigo , se eu já lhe admirava? Agora admiro ainda mais, realmente a Bianca é um espetáculo de mulher, não se acha qualquer hora pela rua, tem que cuidar com todo cuidado do mundo mesmo.

Continuamos papeando por uma hora mais ou menos, tomamos duas jarras de limonada, até que a porra da sala se abre, e Bianca aparece vestida num conjuntinho amarelo de Lycra bem curto, uma mochila nas costas, e o corpo todo suado, ela já entrou falando.

____ Oi rapazes, boa noite., Jorge eu vou ter que acabar desistindo de ir na academia AMOOR.

____ Mas porque minha paixão? O que foi que aconteceu?

Ela respondeu toda manhosa, em tom de provocação.

____ Aqueles tarados da academia amor, ficam toda hora dando em cima de mim, nem respeitam mulher casada, o pior? é aquele personal grandão, chega perto da gente e fica soltando umas indiretas.

____ Mas o que você quer Bianca? Olha o jeito que está vestida mulher,? tu acha mesmo que os homens vão se comportar? Fala a verdade Jean.?

Realmente o shortinho amarelo era muito curto, seu fio dental minúsculo era notável, sua buceta inchada se destacava ainda mais naquela roupa, eu fiz a pergunta a Jean o deixando embaraçado, mas ele não se fez de bobo e até surpreendeu com a resposta.

____ Não leva a mal meu amigo Jorge, mas dessa vez vou discordar de você , coisa bonita é para se mostrar mesmo, se os caras da academia não tem auto controle, a culpa não é da Bia não meu amigo

Ela pulou nos braços de Jean dando um abraço e se esfregando nele.

____ Tá vendo ,tá vendo Jorge? O Jean tem toda razão, aqueles brutos são uns tarados, agora nem posso mais sair arrumada? Se eu já lhe admirava ? Agora admiro mais ainda Jeanzinho

____ Você reclama , mas adora provocar …que eu sei dona Bianca ___ Tá vendo Jean?

Ela falava aquilo toda manhosa, pedindo uma limonada para mim, o Jean meio surpreso não sabia muito como agir diante da situação, me viu saindo para preparar a limonada de Bianca, se aproveitou e deu uma passada com a mão na bundinha de minha esposa, eu notei seu pau ficar rígido em baixo do calção nesse momento, ela deu um sorrisinho malandro me olhando, Jean nada bobo ,ainda sugeriu.

___ Eu dou toda razão a Bianca, mas concordo com Jorge, que é difícil resistir era uma mulher linda como você numa roupinha dessas , mas quando for na academia ? Pode me chamar que eu faço companhia ,e não deixo nenhum espertinho se assanhar.

___ Olha só isso Jorge, quer dizer então que agora vou ter um segurança particular ?quando eu for na academia, kkkkk adoro.

Ficamos todos rindo da situação, ela passou a mão no peito de Jean quando se afastou e deu uma olhada discreta para o mastro duro em baixo do calção, deu aquela mordida sensual no seu próprio lábio, e veio me beijar enquanto fazia sua limonada, aproveitou e deu uma apertada no meu pau que estava escorado na pia, como estava duro!!, ela soltou um gemido no meu ouvido, “” CORNO “”.

Aquele jogo se tornava mais exitante a cada dia que passava, e eu estava deixando as coisas esquentarem, se Bianca já percebia minha submissão estampada , agora era a vez de Jean também começar a perceber que ali tinha um jogo que ele teria que aprender a jogar, ele já começava a se soltar em gestos simples e comentários ousados ,

Nessa mesma noite, alguns desses gestos e comentários , o Jean começou a explorar, ele já não disfarçava sua ereção ao olhar para minha esposa, inclusive mexia no membro deixando claro o seu desejo, comentários sacanas como ” como essa mulher é gostosa,? Não tem homem que se segure” , “”que eu era um homem de muita sorte”, o vizinho já começou a soltar suas garras, e eu me fazia de desentendido, nessa conversa quente, após Bianca terminar de tomar a limonada, deixou seu copo na pia e voltou falando.

____ E amanhã ? Como vai ser rapazes? Vou ter um bailarino ?para dança no baile?

____ BIANCA, você sabe muito bem, que não sei dançar, não tenho o menor jeito, mas acredito que Jean seja menos atrapalhado,kkkk

Respondi descontraído.

____ Você sabe dançar Jean?, por que senão!?, vou acabar contratando um dançarino para essa festa.

Respondeu Bianca em pé, no centro da sala.

____ Eu nunca passei vergonha , mas podemos dar uma ensaiada, kkkk

Respondeu Jean ,já se levantando.

___ Boa , é melhor a gente ensaiar antes , quero ver se meus pezinhos lindos não são esmagados igual o Jorge pisa quando dança comigo,kkk, vai amor, bota uma música na TV.

Botei numa playlist na TV,e sentei para observar os dois dançando, na hora que Jean se levantou, seu pau estava formando uma barraca no short pequeno, ele nem disfarçou muito, já Bianca com aquele short enterrado no seu traseiro, não perdoou e soltou uma pérola.

___ Você sempre dança armado moço? Amanhã vc tem que se proteger melhor, senão o show vai ser paralisado por atentado ao pudor, kkk

____ Desculpa, mas e impossível se segurar, mas pode se chegar que não morde.

Bianca foi se aproximando e Jean buscando um jeito de esconder aquele troço dentro do calção, ele levou uma das mãos na cintura de Bianca, e a outra na mão, e começaram a bailar, meio tímidos no início, mas foram se soltando, realmente Jean levava jeito para dança, o que era estranho era a roupa que os dois estavam, e a ereção incontrolável de nosso amigo, depois de umas duas músicas eles pararam, Bianca aprovou o teste, mas antes falou.

____ Pronto Jean, você passou no teste, dança muito bem, mas vamos ter que amarrar esse negócio, imagina o que vão pensar na festa?, o amigo dançando de pinto duro com a mulher do amigo, tá vendo AMOOR? Que danadinho esse nosso amiguinho, rss

___ Já falei para você Amor, vc adora provocar, ae fica difícil para nós homens.

___ Dessa vez eu concordo com Jorge , é muita tentação, e eu sou um homem solteiro, vcs sabem da minha minha situação neh?, tem que dar um desconto,kkk

___. Tadinho nesse ponto ele tem razão , pobrezinho, mas vc tem que se aliviar de vez em quando moço, não pode sair por ae pronto para atacar kkk

____ Olha Jorge, não me leve a mal, mas é impossível essa sua esposa, demasiadamente impossível, teste de auto resistência, não tem quem aguente, com todo respeito. Kkkk

____ Eu te falei Jean, conheço bem a mulher que tenho, é uma diabinha, só eu que aguento mesmo.

___ Aí amor, sou tão comportada, desse jeito que tão falando ,eu fico até encabulada, vou tomar um banho e me vestir então, seus chatos.

Ela saiu rebolando para o quarto, enquanto eu e Jean ficamos admirados rindo, nosso vizinho agora mais confiante com as brincadeiras, já nem se intimidava com minha presença, mas ele me olhava com um olhar de tentar entender até onde ele podia ir com aquele jogo, afinal de contas, éramos um casal normal, que tinha recebido ele com toda cordialidade desde o primeiro dia, ele podia se sentir inseguro se pisasse fora do tapete, então seguiu ganhando terreno discretamente

Bianca voltou do banho, toda cheirosa e vestida num shortinho de algodão ainda menor, uma camisetinha branca que mal cabiam seus peitos, eu e Jean ainda papeávamos sobre outros assuntos, quando ela chega falando.

___ Pronto, banho tomado e roupa trocada, estou mais comportada agora ? Rsrs

Eu e Jean nos olhamos e começamos a rir da ousadia de Bianca, então falei.

___ Você realmente não tem jeito dona Bianca, depois reclama do coitado do Jean, bom ,,,agora sou eu que vai tomar um banho, estou fedendo, faz companhia ao Jean ,já volto, se comportem .

Sai em direção ao quarto , para realmente me banhar, e também deixar ver o que os dois iriam aprontar, peguei minha toalha ,tirei minha roupa e liguei o chuveiro, para não correr o risco de ser visto, liguei a câmera para espiar.

Bianca estava sentada no colo de Jean se beijando, ele passava as mãos nos peitinhos duros de minha esposa, esfregava a buceta dela com dedo por cima do pequeno short, ela dizia para ele parar,porque eu podia chegar, ele insistia para continuar se esfregando com minha mulher, Jean chegou a botar o cacete para fora do calção,e pedir para ela dar uma lambida, mas Bianca disse que não, agora não, deixasse para amanhã,depois da festa ela ia dar um jeito dos dois ficarem juntos um pouco, mas sem transa.

Eu assisti tudo batendo uma velha punheta em baixo da ducha, depois voltei para sala, o Jean se despediu da gente com um abraço em Bianca meio imoral na minha frente, e saiu.

Bianca veio me contar do ocorrido, como se eu não soubesse, disse que as coisas estavam ficando ainda melhor, que daquele jeito o nosso vizinho iria acabar comendo ela na minha frente, que eu estava me saindo um corninho de primeira,

Nos beijamos e ela disse que queria que eu apagasse o fogo dela,

QUANTO AO QUE ROLOU NA FESTA DO OUTRO DIA, CONTO NO PRÓXIMO EPISÓDIO. AGUARDEM.

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *