trai meu marido com o entregador de pizza

Trai meu marido sem querer com o entregador

 

Vou me apresentar: Me chamo Fernanda, tenho 48 anos, 56 kilos, morena, 1,56 metros, cabelos negros, olhos negros, coxas grossas, bumbum grande. Sempre li contos, mais é a primeira vez que escrevo.

Estávamos num apartamento alugado pro final de semana, no centro do Rio de Janeiro, pois iríamos num show e não queríamos voltar pra casa tarde. O show era na sexta a noite fomos e tudo ótimo show maravilhoso, dançamos e bebemos muito.

Mais tudo aconteceu em maio de 2023 no sábado a noite, decidimos pedir uma pizza até ai tudo bem, foi quando um amigo do meu marido liga e diz que esta no centro precisando falar com ele, como estávamos esperando a pizza, decidi ficar e deixar eles conversando…

Eu tinha acabado de tomar banho e coloquei um short soltinho mais curtinho que marca minhas curvas, mais deixa minha popinha quase a mostra e um top. Meu marido desceu e eu fiquei vendo tv. Menos de 20 minutos depois que meu marido saiu, o interfone toca, era a pizza, perguntei se ele poderia subir e ele atendeu meu pedido, ao chegar, abri a porta e peguei a pizza e a coloquei na mesa, fui pegar o dinheiro que estava na mesa e deixei cair uma nota no chão, quando me abaixei pra pega-la, senti alguém me agarrando por traz, achei que fosse meu marido e disse:

– Para o entregador esta da porta ta louco! Quando ouvi:

– Sou eu gostosa não se preocupe! Era o entregador me sarrando, me lembrei que esse short era curto e quando me abaixei meu bumbum ficou a mostra, fiquei tremula e congelada, imóvel. E o entregador me sarrando, como não esbocei nenhuma reação, o safado me puxava ao seu encontro, comigo ainda de 4 totalmente imóvel e sem reação.

O safado já estava com o pau pra fora sarrando na minha bundinha e eu não conseguia me mexer, quando senti ele puxar minha calcinha pro lado junto com o short de pano e colocar seu pau entre as minhas pernas, comigo ainda imóvel e já ficando excitada com a situação tomei meu juízo de volta por alguns instantes e consegui falar:

– Para você é louco? Ele já me dominando disse:

– Fiquei louco quando vi essa bunda gostosa! Eu ainda sem esboçar nenhuma reação, senti o pau dele me invadindo, me penetrando, me arrombando, pois era bem mais grosso que o do meu marido que eu já achava grosso. Quando ele colocou tudo dentro de mim, me segurou pelas ancas e começou o movimento de vai vem, e eu a sua mercê, o canalha metia tudo dentro de mim sem camisinha e tirava, logo em seguida metia de novo, quanto mais eu pedia pra ele parar, mais ele metia com força. Parei de reclamar pra começar a gemer e a rebolar, mesmo sem querer eu era traída pela excitação e pelo meu corpo que não me obedecia.

A cada estocada que ele dava dentro de mim eu soltava um gemido e ele me segurando pela cintura não me deixava sair, me deixando mais e mais cheia de tesão. Ele não se agüentando mais se veio dentro de mim.

Ele parou de me segurar pela cintura e passou a me segurar pelos cabelos, me puxando ao seu encontro, quando senti sua porra me invadindo passei a gemer alto e a me contorcer pra tentar o acomodar melhor dentro de mim. Foi quando ele disse:

– Isso sua putinha rebola na pica do teu macho rebola, goza comigo piranha! É isso que vc queria que eu sei! Ouvia as palavras rudes dele e rebolava com mais vontade sentido ele a me inundar cada vez mais, parecia que ele nunca ia parar de gozar dentro de mim. Foi quando gozei junto com ele urrando de prazer! E ele percebendo disse:

– Isso! Goza gostoso sua puta goza com o teu macho! Rebola na minha pica enquanto de encho de leite! As palavras dele me hipnotizavam e eu só obedecia, come se fosse uma puta obedecendo ao seu cliente. Quando ele acabou de gozar, eu estava toda tremula, e pingando a porra dele, ele me levou até a poltrona, pois eu não agüentava nem conseguia ficar de pé.

Ele se sentou ao meu lado e me beijou deliciosamente, e eu somente o retribui. Ele me despiu do top e chupou meus seios com muito tesão, abaixou meu short junto com a micro calcinha que usava, abaixou suas calças e me beijou, pegou na minha mão e pos em cima do cacete dele que permanecia duro como pedra, sentindo sua língua dentro da minha boca, ele pegou na minha cabeça e a dirigiu ao seu pênis, não resisti e passei a lamber a sua cabeçona, ele forçava a minha boca contra seu pênis, eu sabia que não caberia tudo na minha boquinha, abri a boca e o deixei entrar boca a dentro, passando a chupa-lo, como era gostoso sentir o gosto dele junto com o meu na minha boca…

Ele tentava por tudo na minha boca mais não conseguia, eu quase vomitava com sua cabeça na minha garganta, ele então me largou e me deixou deitar na poltrona, me beijou de novo e chupou meus seios, e foi descendo, descendo, quando ele apoiou as minhas pernas no seu ombro e começou a me chupar, a lamber meu clitóris, eu gemia e me contorcia toda, e ele só chupava, gozei gostoso naquela língua que me fazia delilar, e ele me limpava e me fazia gozar como nunca gozei antes. O filho da puta sabia chupar gostoso. Gozei de novo na boca dele nunca antes tinha gozado duas vezes seguidas assim sendo chupada.

O canalha então me beijou e me colocou deitada na poltrona, posicionou o pau dele na porta da minha xota e meteu tudo de uma vez, parecia que minha boceta era dele a muito tempo pois o recebeu sem doer encaixando direitinho, o safado sabia meter e eu o recebia com um gingado nunca antes feito com o meu marido, ele segurou minhas pernas no seu ombro e metia com tanta vontade que eu sentia ele batendo no meu útero, foi quando ele inundou meu útero com seu semem, deve ter ficado uns 5 minutos gozando, parecia que nunca ia acabar gozei junto com ele.

Ele me beijou, se vestiu e foi embora, sem eu pagar pela pizza, me deixando toda arrombada e gozada no sofá. Depois de uns 20 minutos me lembrei do meu marido e do que acontecera a instantes, lembrei que ele não colocara camisinha e que gozou varias vezes dentro de mim, me levantei desesperada, tomei um banho, me vesti e fui na farmácia comprar a pílula do dia seguinte sabendo que não faria diferença, pois já tomo anticoncepcional.

Mais isso me tranqüilizou mais, pois ele gozou muito dentro de mim.

No dia seguinte fui ao posto fazer exames morrendo de medo, mais deu tudo negativo graças a Deus.

Não vejo a hora de pedir outra pizza, até marquei o local que compramos pra não esquecer….

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manga Hentai - Porno Amador - SuperHQ - Hentai - Quadrinhos Eróticos - Quadrinhos Eroticos - Hentai HQ - Super Hentai - Fotos Porno