Minha esposa trouxe dois amigos para casa

Minha esposa trouxe os seus dois amigos para a residência.

Temos mais de 20 anos de casamento e somos extremamente fiéis… Sexo é uma atividade que realizamos todos os dias, com raras exceções.

Confirme o dia, fantasiamos mais alguém com você, mas é apenas uma fantasia, apenas uma fantasia.

Minha esposa, Ana, é enfermeira em uma clínica de reputação reconhecida.

Ana é uma mulher de quarenta e sete anos, com um metro e 65 centímetros de altura e um corpo extremamente bem torneado, pesando 65 quilos. Ela tem uma pele bronzeada, seios tipo pera e uma buceta raspada maravilhosa, algo que jamais imaginaria. Ela costuma se vestir com roupas sexys e atrair o olhar de homens e mulheres quando saímos.

Sou Claus, tenho 46 anos, um metro e oitenta e 70 quilos. Tenho a cabeça raspada, sou moreno claro, tenho os ombros largos e um pau de 12 centímetros duro. Parece-me pequeno, certo? Treino regularmente, sou musculoso, bonito, elegante,romântico e tarado.Atualmente, trabalho em uma companhia de academias.

Aprecio ouvir a Ana dizer que, ao observar seus colegas de trabalho vestindo roupas sexys, fica excitado ao ver os volumes deles. Isso desperta tanto interesse que torna difícil descrever. Contudo, sei que isso é apenas uma fantasia dela.

Tenha cautela, sou um homem apaixonado e adoro estar com minha esposa ou envolvido em nossas brincadeiras. Gosto de fantasiar na hora da foda com Ana, pois parece que estamos fazendo o mesmo com outro homem ou com outra mulher ou com um casal.

Mas, ao vê-la se entregar completamente à fantasia, fico alucinado de prazer, ou imaginar ela sendo amada ou fodida é hipnotizante. Mas é apenas uma ideia.

Portanto, antes de aborrecê-lo com mais detalhes sobre nós, permita-me falar sobre o que aconteceu na noite passada. Podemos compartilhar mais de nossas aventuras com você, se você gostar desta.

Há cerca de uma semana, Ana disse-me que haveria uma festa exclusiva para os funcionários. Eu concordei, com tranquilidade, com suas amigas de trabalho e clientes.

Ela exerce a função de enfermeira em um grande consultório médico.

Às vezes, eles saem para jantar e tomar alguns drinques depois do horário de trabalho. Sempre digo que ela deve se cuidar, pois há muitos lobos soltos na rua e ela é uma carne nobre e fresca. Mas também a provocava e dizia para que pegasse alguém para trazer para a nossa residência.

Ela simplesmente sorria e não respondia.

Como de costume, sempre me envia mensagens informando como ela está… As mensagens sempre trazem uma fotografia do local.

Eu particularmente, particularmente

Pensava que

Ela estava dançando com um homem forte, que apertava a sua bunda ou a provocava.

Isso não é incomum, mas era só isso.

A noite parecia ter sido tranquila, até que recebi sua mensagem de texto.

Ela disse que todos estavam indo para casa e estava preparando uma surpresa. Sinto-me surpreendido com isso, para dizer a verdade. Ela parecia ter se mostrado mais sedutora nesta noite, mas nunca havia deixado nada acontecer quando estava com as amigas. Pensei nisso; ela provavelmente está apenas me provocando e será surpresa quando eu chegar aqui.

Passados cerca de quarenta e cinco minutos, ouvi um carro parar na entrada da garagem. Levantei-me e fui espiar pela janela da frente. O carro permaneceu parado por aproximadamente 10 minutos. Congelei por um instante; não reconheci o carro estacionado ao lado de fora. Observei que a porta do motorista se abriu e, logo depois, uma porta traseira. Vi, então, uma pessoa saindo do lado do motorista e outra saindo por trás do carro. O homem atrás parecia estar estendendo a mão, mas logo percebeu que estava ajudando minha esposa a sair do banco de trás. Percebi que ela os conduziu de forma apressada até a porta e, quando eles entraram, ela me apresentou a João e julgou. Os homens aparentavam ter entre 30 e 35 anos. Eram bastante atraentes, um branco forte e simpático, e o outro loiro forte cabelo ondulado e olhos azuis. Ana, nas fantasias, demonstra uma predileção por tipos musculosos, e pude perceber o motivo pelo qual esses dois me chamaram a atenção.

Ela exibia um sorriso maligno e travestido no rosto. Era possível que ela estivesse me solicitando a permissão para realizar uma das nossas fantasias.

Apenas fiz um sinal com os ombros e sorriu. Enquanto ela pedia aos homens que se sentissem em casa, ela dizia que eles deveriam se sentir em casa. Os homens pareciam inseguros com a situação e eu não tinha a mínima ideia do que havia acontecido ou do que ela havia dito a eles. Tenho plena certeza de que ouvirei tudo sobre isso mais tarde. Ela os tranquilizou enquanto os segurava pelas mãos e os conduzia até a nossa sala de estar. Fiquei assistindo enquanto sua bunda balançava para frente e para trás em sua saia preta e salto alto. Ela os levou ao sofá e disse que voltaria logo, pois apenas queria se refrescar um pouco.

Percebi que os homens observavam sua bunda enquanto ela caminhava em direção ao banheiro. Fui interrompido pelo silêncio e perguntei aos homens se gostariam de tomar uma bebida. Eles disseram que uma cerveja seria ideal ou, se eu tivesse whisky, seria melhor. Fui até a cozinha para pegar o pedido. Quando voltei para a sala, entreguei-lhes uma cerveja e uma dose de whisky.Júlio misturou e bebeu em um único gole. Ri por não ter compreendido a atitude e tomei a iniciativa de buscar algo para João. Voltei a me sentar na cadeira em frente deles. Na verdade, eu gostaria de nos concentrar.

Fiquei confuso com a situação, uma vez que ela nunca trouxe amigos e nem fizemos qualquer tipo de acordo. Contudo, a cada instante, tornava-me mais consciente do que estava acontecendo.

Mas eu queria acreditar e ao mesmo tempo não acreditar. Mas, como ela disse que seria uma surpresa, percebi que ela faria um show e, então, fiquei no mesmo lugar para assistir a um possível show que Ana planejava dar. Júlio comentou sobre nossa casa e depois me disse como Ana era linda e João rapidamente concordou com ele.

Eu disse a eles que sabia como era sortudo por ter uma esposa como ela,e que ela devia gostar muito deles,e que eles deveriam ter se divertindo muito na festa.Disse que a Ana nunca trouxe nem um amigo ou amiga para casa.

Júlio me perguntou se eles não estavam atrapalhando,eu disse que não,e que eles são nossos convidados.

Voltamos a conversar e eu disse que era para eles se sentir em casa,e logo Ana retorna para a sala e sentou-se entre os dois caras no sofá.

e Ana disse: … que loucura.

Todos nós conversamos por mais alguns minutos e os caras começaram a relaxar. Levantei-me para ligar uma música,diminui às luzes ..e voltei para a cozinha para pegar bebida para minha Ana .

Eu podia ouvir alguns sussurros e risadinhas acima da música, mas não consegui entender do que se tratava. Quando voltei com sua bebida, notei que os caras se aproximaram de cada lado dela. Ela me agradeceu pela bebida e me disse para lhe dar um beijo, abaixei-me e ela me beijou na boca; quando ela quebrou o beijo, ela sussurrou para mim “Eu te amo amor,mas você poderia me deixar uns minutinhos a sós,e por que você não vai tomar um banho e demore uns minutos,tá amor?

Então disse para eles que eu iria tomar um banho e que se eles quisesse mais bebidas era só ir até a cozinha.

Após 20 minutos eu retorno gritando: Daí pessoal o banho estava muito bom…

Ela me deu aquele sorrisinho travesso de novo e com uma piscadela, ela tomou um grande gole de sua bebida. Disse a eles que eu iria me vestir,então Subi as escadas em direção do quarto e em 10 minutos após retorno.

Quando eu cheguei,percebi que eles já estavam a vontade,cheguei e disse:voltei logo pois não queria perder nada do show! kkkk. Eles riram e Julio com um sorriso sedutor disse que se eu queria show eu teria um espetáculo…kkkk

logo,Julio se levanta e me faz um sinal se eu permitia ele usar o pó que eles trouxeram,fiz um sinal que sim, João se levanta para usar..

Julio me diz: o espetáculo que você estava esperando,vai iniciar…kkk

e eu disse: que o espetáculo inicie

Ela levou seu rosto até o rosto de Júlio e eles deram um beijo profundo,,enquanto João estava dando seu teco, julio coloca a mão na lateral do rosto dela enquanto João me olha e logo começou a esfregava as mãos na barriga dela.

Ela colocou as mãos em cada uma de suas coxas e gentilmente acariciou suas pernas.. Ela me olha e beija Júlio, eu procurou com os olhos. todos os movimentos deles ..

Eu já percebia o que iria rolar…

Ela parecia tão linda entre os dois caras. Nesta vez que ela me viu,nós compartilhamos calados um sorriso conhecedor; ela virou o rosto novamente para Júlio e lhe deu outro beijo, suavemente ele correspondeu, mas agora suas bocas se abriam e suas línguas se procuravam. Ela trocou de um lado para o outro, dando a cada um a sua vez de beijá-la. Eu poderia dizer que ela estava realmente gostando de ser o centro das atenções. A paixão e a luxúria,João continuou a crescer o prazer e ela estava ficando com um Júlio e depois com joao Suas mãos começaram a explorar mais abertamente os corpos deles. A essa altura, acho que os dois caras haviam se esquecido de mim e estavam pensando apenas nela.

Logo João me olha e da um sorriso safado e volta a beijar Ana…

João a beijava e me olhava …

Os dois agora estavam esfregando Ana abertamente e apertando seu peito através de sua blusa e sutiã. Ela havia passado as mãos pelas pernas deles e estava massageando o que pareciam ser protuberâncias muito grandes. João baixou uma das mãos e começou a subir pela perna dela; ela tentou abrir as pernas como um convite e dar a ele um melhor acesso. Eles estavam todos tão próximos que não havia muito espaço, então os caras pegaram cada uma das pernas dela e as puxaram sobre as suas. Isso abriu bem as pernas; Eu tinha uma visão perfeita enquanto ele passava a mão pela perna dela acariciando a parte interna da coxa. Eu pude suspirar quando seu dedo finalmente encontrou sua buceta e começou a esfregá-la através de sua calcinha transparente.

Ela olhou para mim novamente e deu aquele sorriso perverso e eu correspondi, quando Júlio começou a desabotoar sua blusa e a abriu. Seu sutiã tinha um fecho frontal que ele rapidamente desabotoou e libertou seu seio perfeito. Júlio se inclinou e começou a beijar um de seus seios; beijando e lambendo seu mamilo antes de chupá-lo em sua boca. João tinha colocado os dedos dentro de sua calcinha e agora estava tocando sua buceta nua. João se inclinou para chupar o outro seio enquanto seu dedo deslizava em seu buraco molhado. Um gemido baixo escapou de sua boca quando ela sentiu o dedo dele penetrá-la.

sim, isso é bom.” ela suspirou. Ela puxou a cabeça de João para cima e começou a beijá-lo profundamente. Ele acrescentou um dedo e começou a deslizá-los lentamente para dentro e para fora dela. Ele manteve um bom ritmo lento empurrando os dedos profundamente dentro dela antes de puxá-los de volta. Ele segurou seus dedos profundamente dentro dela agora e deve ter pressionado seu ponto G e ela começou a gemer em sua boca enquanto eles se beijavam.

João começou a beijar seu pescoço até o seio; apalpando suas bunda brevemente para chupar e morder o mamilo. Ele continuou a deslizar para baixo e se ajoelhou entre as pernas dela no chão. Júlio continuou a beijá-la enquanto brincava com seu seio. João passou as mãos lentamente pelas pernas dela, deslizando um braço sob cada joelho e puxou sua bunda para a beirada do sofá. Ele beijou e lambeu a parte interna de suas coxas enquanto suas mãos encontravam o cós de sua calcinha.

Ela levantou a bunda ligeiramente para ajudá-lo enquanto ele a puxava para baixo por suas pernas e sobre seus calcanhares. Ele olhou para trás em minha direção e sorri novamente… Volta seu olhar para às penas abertas de Ana e fica apreciando a beleza do seu corpo,do corpo de minha esposa. Sua blusa preta e sutiã completamente abertos expondo seus seios fartos que liberava a cada respiração. A barriga lisa e tonificada e o brilho do diamante em seu piercing no umbigo. Sua saia preta estava enrolada em torno de sua cintura e suas suaves pernas bronzeadas bem abertas expondo sua linda buceta. Seus lábios estavam brilhando com umidade, as dobras inchadas abertas e cheias de desejo.

Suas pernas eram acentuadas pela tornozeleira que ela usava e os sexy sapatos pretos de salto alto. Eu sabia exatamente os pensamentos que estavam passando por sua mente, porque eu os tenho toda vez que olho para ela. Como uma mulher pode parecer tão fodidamente bonita e sexy? Ela era a combinação perfeita de tudo de bom e travesso, tudo ao mesmo tempo. É como se Deus a tivesse tirado da fantasia mais sexy que você já teve e a criado.

João colocou a perna direita dela em seu ombro e começou a beijar e lamber sua coxa, provocando-a com a língua. Ele começou plantando pequenos beijos e lambidas em seus lábios externos, lentamente passando a língua entre suas dobras. Ana gemeu alto quando sua língua encontrou seu clitóris e começou a girar em torno dele. Júlio olhou para seu amigo lambendo sua buceta e começou a beijá-la novamente enquanto massageava seu seio. Ele pegava o mamilo entre os dedos e puxava levemente fazendo-a choramingar. Seus quadris se moveram contra a língua de João ; Eu sabia que ele a estava deixando louca enquanto lambia e chupava sua buceta.

João me olha novamente sorri e toca em seu pau ainda preso na calça,fica me olhando fixamente ..

Ana se movimenta tenta cegamente desabotoar o jeans de julio.

Eu a ouvi dizer a ele para tirá-los. Ele se afastou dela e começou a tirar a roupa. Ela olhou entre as pernas para João , estendeu a mão e correu os dedos em seu cabelo encorajando-o. Ela olhou para mim enquanto girava os quadris contra o rosto de João ; seus olhos vidrados de luxúria. Ela mordeu o lábio inferior enquanto beliscava os mamilos, rolando-os entre os dedos. “Umm, isso é tão bom.” Ela gemeu e desfrutou de sua língua talentosa. Ele trabalharia sua língua profundamente em sua buceta deliciosa e então deslizaria sua língua sobre seu broto sensível.

Assim que Júlio se tirou sua calça, Ana o olha com um sorriso e ela estendeu a mão para ele; puxando-o para ela no sofá,Júlio se senta apenas de cueca branca no sofá,e Ana se vira de costas para João que estava acariciando sua bucetinha,Ana olha fixamente para Júlio e calmamente vai puxando sua cueca branca para baixo… Ana de quatro começa a cheirar o pau gigante de Júlio e enquanto João chupa sua pequenina bucetinha…Ela agarra seu pau já rígido, que parecia ter cerca de 25 centímetros de comprimento e era bem grosso,branco com uma cabeça rosada, Ela puxou seu pau em direção ao rosto e o acariciou várias vezes enquanto olhava para ele. Ela colocou a língua para fora e lambeu a cabeça inchada, enquanto bombeava lentamente no eixo duro e estriado. Ela levou a cabeça no meio das pernas de julio, girando sua língua em torno de seu pau. Ela chupou a cabeça enquanto puxava e ordenhava seu pau. Ana continuou a olhar para ele enquanto trabalhava lentamente com a boca mais abaixo em seu eixo. Torcendo e girando sua boca em seu pau. Ela continuou descendo até que o prendeu no fundo de sua garganta. Ela fechou os olhos e começou a mover a boca de volta para seu pau.

Ele trabalhou sua boca para cima e para baixo em seu pau, como uma estrela pornô. Ela puxava o pau de sua boca e passava a língua por todo o comprimento antes de chupá-lo de volta em sua boca quente. Júlio estava sentado no sofá e lentamente começou a mover os quadris no ritmo da boca de Ana, João se moveu um pouco e eu o vi sua língua na bucetinha de Ana

… E também deslizando dois dedos em sua buceta. Ela soltou um gemido abafado ao redor do pau de Júlio quando sentiu seus dedos deslizarem profundamente em sua umidade. João se inclinou para lamber seu clitóris enquanto a fodia com os dedos.

“Oh foda-se, sim, é isso” ela gemeu. Ela usou a mão para puxar a cabeça dele para sua buceta. Eu poderia dizer que João estava prestes a fazer ela gozar, ela começou a empurrar os quadris contra a boca dele. Os dedos dele estavam se movendo mais rápido em e fora dela enquanto a língua dele lambia seu clitóris. Ela estava chupando cada vez mais forte o pau de Júlio . Ela puxou a boca do pau de Júlio ainda segurando-o com força. Seu corpo enrijeceu, e então a atingiu. “É isso, é isso , OOHHH Sim. Oh Deus, estou gozando”. Ela jogou a cabeça para trás e empinou os quadris descontroladamente enquanto as sensações a dominavam.

Ele pressionou os dedos contra seu ponto G e chupou com força em seu clitóris. “Porra, isso parecia bom!”

Ela empurrou o rosto dele para longe de seu clitóris sensível e o puxou; puxando-o para ela. Ela o beijou profundamente, enquanto alcançava seu jeans e tentava desabotoá-lo. “Tire-os.” ela disse a ele. João começou a se despir e ela voltou sua atenção para Júlio. Ela puxou seu pênis de volta à boca e o engoliu. Ela balançava a cabeça para cima e para baixo, puxava o pau de sua boca e lambia toda a cabeça. Quando João se despiu, ele voltou para ela. Ela se moveu para se sentar na beirada do sofá. Ambos os caras estavam agora parados na frente dela com seus paus duros apontados para o rosto dela. Ela acariciou os dois pênis duros enquanto olhava para eles. Ela puxou o pau de João em direção a sua boca e jogou a língua para fora para provar a gota de pré-sêmen que se formou na ponta.

Ela olhou para ele com olhos famintos enquanto chupava seu pau em sua boca.

O pau de João tinha mais ou menos o mesmo comprimento do de Júlio, mas mais grosso com uma grande cabeça de cogumelo,chupou João por vários minutos antes de voltar para Júlio. Ela se revezava chupando e acariciando seus pau enquanto ambos brincavam com seu seio, massageando-os e beliscando seus mamilos. De vez em quando um deles agarrava a cabeça dela e começava a foder sua boca. Isso realmente a excitou; ela adora ser levada e às vezes gosta um pouco rude. Ela os deixou usá-la e foder sua boca enquanto beliscava e brincava com seus próprios mamilos. Eles estavam pressionando todos os seus botões; transformando-a naquela cadela insaciável no cio que eu tanto amava. Ela gemeu ao redor de seus pau enquanto eles se revezavam empurrando-os em sua garganta.

Enquanto João enfiava seu pau em sua boca, Júlio se abaixou e começou a esfregar sua buceta. Ana abriu as pernas para ele enquanto ele encontrava seu buraco quente. Agora Ana fica muito quente depois que ela já teve um orgasmo, e ela goza como uma louca quando é tocada. Júlio trabalhou seus dedos em sua boceta molhada e começou a fodê-la com eles. Ela gemeu ao redor do pau de João enquanto Júlio a levava a outro orgasmo. João segurou seu pau em sua garganta, quase a sufocando. Ela teve que puxar a boca de seu pênis, quando o orgasmo a atingiu rápido. O pau em sua garganta e seus dedos trabalhando em sua buceta molhada a empurraram para o topo. Júlio diminuiu a velocidade de seus dedos e a deixou desfrutar das sensações disparando por sua boceta. “Porra!” ela sibilou. Ela começou a chupar o pau de João novamente, mas Júlio ainda não havia terminado com ela.

Então Júlio deixou os dois sozinhos, e me chama para a cozinha…

Lá,Júlio me disse se eu permitiria fazer dupla penetração em Ana … Eu meio confuso disse que depende de vocês três… E Júlio me perguntou se eu não gostaria de participar,e eu falei que ela não gostaria… Então Júlio perguntou se eu poderia ficar em outra peça com o João pois ele queria ficar sozinho com Ana… Eu disse que sim,ficaria sim com ele… Então nós voltamos e ele deu mais um teco … Então

Ele fez um gesto para João parar,ele se afastou e ele a pegou no colo e a levou para nosso quarto,fechou a porta e o silêncio era total… João ainda pelado,ficou alisando seu pau,para quebrar o clima,disse: quem sabe mais uma bebida? João sorriu e disse que sim,mais queria um whisky duplo,me levanto e vou ate a cozinha,quando retorno,João estava batendo uma punheta. Olho pra ele e ele sorri dizendo: eu estou com muito tesão ainda…

João fica bebendo seu whisky e me pergunta se eu queria dar um teco? Falo que nunca havia usado… Mas gostaria de experimentar… Ele prepara uma linha e me orienta como fazer…

Logo que faço,sinto um calor e uma espécie de tesão repentino ..João me perguntou o que eu mais curtia? eu disse que era nossa primeira vez…

e ele pergunta novamente: tá,mas você curte o que mais ? e eu: não sei…

e ele: você aceitaria bater uma pra mim? e eu: cara,nunca fiz isso…

e ele: mas você quer?

e eu: não sei…

Ele se levanta e vem para minha frente com seu pau duro…

quer tentar ?

e eu: não sei…

ele prepara mais duas linhas de droga e diz para eu usar … me aproximou e ele vem nas minhas costas e diz: deixe eu te ensinar…

usei e ele saiu e voltou a se sentar…

ele me pergunta se eu estou bem.. digo que sim… ele me diz para ficar pelado… eu olho pra ele e retiro minhas calças… João se levanta e segura na minha cabeça e força para baixo… eu fico de frente de seu pau e ele diz: vai…vai… faz…

olho pra ele e coloco a cabeça de seu pau na boca…. ele força mais e entra tudo na minha boca….

logo Julio sai do quarto e João rapidamente volta a se sentar… julio sorri e diz… tranquilo rapazes….kkkk a

Ana está no banho…

eu me visto,e logo Ana volta …

Ana se senta no sofá e João se aproxima dela e começa e meter seus dedos nela,faz mais rápido novamente e assim o corpo dela enrijeceu. Desta vez é um orgasmo muito maior e ela gritou “Oh merda, merda, sim, Deus, eu gozei de novo!” Desta vez, Júlio continuou a bombear os dedos dentro dela, ela teve que se abaixar e agarrar o braço dele para detê-lo. “Não, não, não aguento mais. Foda-me, Deus, eu preciso que você me foda”.

nisso Julio se senta e Ana senta no seu pau que entra tudo… logo João se prepara e sobre na beira do sofe e encaixa também em Ana… Ana grita e diz… é um sonho… é um sonho…

Então João soca com mais velocidade e Julio fica dando tapas na bunda de Ana….

ficam ali por uns 10.minutos…

logo se separam e João diz: agora é só eu e ela… pega Ana no colo e a leva para o quarto…

Eu e Julio ficamos n sala… Julio diz: amigo… que loucura né? e eu: sim.. loucura…

Julio… vamos dar um teco?

e eu vamos… e Julio: porque você colocou suas calças? e eu: por causa da Ana…

e ele… a sim ..

e agora que vamos fazer ,diz Julio… e eu: esperar…

e ele: só esperar sem fazer nada? sem beber? sem dar teco… sem….. kkkk

Julio me pergunta se eu queria bater uma punheta… e repetiu dizendo… cara tira estas calças… e senta aqui comigo…

faço o que ele pediu e me sento ao sei lado… Julio faz sinal para eu pegar seu pau, eu nego,ele insiste… eu digo não… ele me olha e diz: vem.. então eu. levo minha mão até o pau e ele segura minha cabeça e leva até sei pau… ele força .. e faz eu engasgar… logo e se levanta e faz eu ficar de quatro e lentamente esfrega seu pau na minha bunda… eu digo que não… não ..não isso não… e ele diz: calma eu faço com carinho… e eu faço força para sair e ele coloca sua boca no meu pescoço e diz: calma… calma

.. você vai ver que vai ser legal… Então ele gospel em seu pau, me beija…e então eu me acalmo e ele coloca a cabeça dentro e eu forço para sair e grito.. não… não… e ele diz… calma.. já está dentro…e eu não.. Julio… e ele vai empurrando e logo ele diz… tá tudo dentro… Calma… agora fica calmo…

eu relaxo e ele vai fazendo o vai e vem e vai fazendo mais rápido e logo ele diz: vira agora e eu fico na posição de frango assado.. e ele se aproxima e vai metendo lentamente…logo ele começa a meter mais forte e mais forte.. e diz: vou gozar e retira o pau do meu cuzinho e faz eu chupar e ele goza na minha boca…

Julio se senta e diz para eu limpar seu pau com a boca.. me aproximou e começo a lambe… Ele sorri e diz: legal

..legal meu… Ele se deita no sofá e fecha os olhos… Eu subo para o quero e tomo um banho… Volto e Julio está dormindo… Logo João e Ana saírem do quarto…

Nos temos um enorme sofá secional e puf e João prepara ele na possocao perfeita e nisso Julio desperta …Julio deitou-se de costas para Ana no sofáela se posiciona de lado e João se aproxima dela,ela ali com as pernas bem abertas, convidando ele a entrar. Tive que caminhar para trás do sofá para ter uma visão melhor da ação. Eu estava tão excitado com o que estava acontecendo diante de mim. Júlio se moveu ergueu sua perna e encaixou nela de lado… ela olhou para João e disse “venha cá, ainda não terminei de chupar seu pau grande”.

Ele subiu no sofá perto da cabeça dela. Júlio estava de joelhos e esfregou a cabeça do pau para cima e para baixo em sua buceta, provocando-a com isso. Ela olhou para ele e disse: “Não me provoque, Foda-me! Eu preciso que você me foda agora”. Ele posicionou seu pau em sua entrada e passou por seus lábios. Ela gemeu quando ele começou a penetrá-la. Ele trabalhou seu pênis duro mais fundo em sua boceta apertada com cada estocada. Ele tomou seu tempo e trabalhou seu pau dentro dela centímetro por centímetro. Sua buceta é muito apertada e ele estava curtindo as sensações de sentir dentro dela pela primeira vez.

A umidade de sua bucetinha cobria e lubrificava seu pau, fazendo-o trabalhar mais profundamente. Ela fechou os olhos e soltou um gemido profundo quando os últimos centímetros agora estavam enterrados profundamente em sua buceta. Ele segurou lá, deixando-a se acostumar com seu pau grosso antes de puxar lentamente para fora e afundar de volta. . “Deus, sua buceta é incrível.” Ele disse a ela enquanto a fodia lentamente.

Enquanto Júlio a fodia, João começou a esfregar seu pau em seus lábios. Ela ansiosamente virou a cabeça para ele e abriu a boca para que ele pudesse alimentá-la com seu pau. Ele empurrou seu pênis em sua boca enquanto ela chupava e lambia a cabeça bulbosa. Ele empurrou mais de seu pau em sua boca e então começou a porra de um movimento lento. Ela olhou para mim e sorriu,o melhor que pôde com o pau na boca, eu sabia que ela adorava isso.

Eu não podia acreditar o quão bonita e erótica ela parecia deitada lá enquanto dois garanhões jovens e quentes a alimentavam com seus paus. Eles a foderam em um ritmo bem lento por um tempo, aproveitando o prazer que seu corpo dá. Eles tinham um ritmo muito bom e estavam construindo-a lentamente. Júlio se abaixou agarrando-a pelos tornozelos. Ele puxou as pernas dela no ar e separou dando-lhe um ângulo mais profundo. Ele começou a fodê-la mais rápido, batendo seu pau nela. Você podia ouvir o tapa de seus corpos enquanto ele a fodia forte e profundamente, levando-a a um clímax. Ela havia parado de chupar o pau de João e estava apenas segurando-o enquanto

Júlio a aproximava cada vez mais do pico. Ela começou a dizer a ele: “É isso. Foda-me! Foda-me com mais força!”

“É isso aí, me faça gozar” “Simmm!” Ela olhou para mim no momento em que seus olhos reviraram e todo o seu corpo começou a tremer. Júlio a fodeu com força durante seu orgasmo batendo seu pênis nela. Sua buceta estava pulsando e ordenhando em seu pau quando ela gozou. Quando as sensações começaram a desaparecer, ele lentamente empurrou seu pau profundamente dentro dela e segurou-o com força. Isso deu a ela outra pequena ondulação e ela olhou para Júlio com luxúria em seus olhos e disse “Foda-se! Isso foi ótimo. Venha aqui, você, para trocar. Eu quero chupar meu suco de você enquanto ele me fode com seu pau gordo.

Os dois rapazes trocaram de lugar e ela levou o pau de Júlio direto para a boca. Ela chupou e lambeu seu pau, limpando todo o seu doce néctar dele. O pênis de João era mais grosso e tinha aquela cabeça enorme; então ele ainda tinha que colocar isso nela. Sua boca parou momentaneamente quando ela sentiu a cabeça gorda de João estalar entre seus lábios. Com alguns golpes, João estava totalmente dentro dela, e ele não iria demorar como Júlio fez. Ele tinha as pernas dela para cima, os joelhos dobrados sobre os braços enquanto ele empurrava para ela.

Ele estava fodendo com ela em um ritmo muito bom desde o início. Ele se retiraria completamente para que ela pudesse sentir aquela cabeça grande penetrá-la com cada confiança. Não demorou muito para que ele colocasse as pernas dela em seus ombros e enfiasse seu pau nela duro e profundamente. Ela tentou chupar o pau de Júlio, mas foi inútil; ela estava gemendo e grunhindo tanto da foda que ela estava tomando. Seu corpo estava saltando para frente e para trás enquanto ele a fodia mais forte e mais rápido. Ela tinha os olhos fechados com força e agarrada ao sofá tentando se preparar para as batidas que sua buceta estava tomando.

Ela gritou “Merda” e um enorme orgasmo a atingiu, isso o fez fodê-la ainda mais forte. A cabeça gorda de seu pau branco devia estar acariciando seu ponto G porque seu orgasmo não parava. Ele a manteve lá; ela estava gozando em uma grande onda contínua.

Ele começou a grunhir enquanto a fodia repetidamente. “Pega esse pau gata” “Foda-se, eu vou gozar!” ele anunciou.

“Foda-se minha buceta, ! Dê-me essa porra!”

“Puxe para fora e goze em mim”

“Oh, porra, sim, dê para mim macho!”

João empurrou as pernas dela para fora de seus ombros enquanto puxava seu pau de sua boceta encharcada. Ela estendeu a mão entre as pernas abertas e começou a bombear seu pau. “Estou gozando Ahhh merda”

Uma explosão poderosa de esperma quente saiu de seu pau, espirrando contra sua pele. “Me Fode macho, me dê essa porra !” ela disse enquanto acariciava e ordenhava as últimas gotas de porra dele. Ela segurou seu pau e usou a outra mão para esfregar lentamente seu porra em sua pele. “Venha cá”, ela disse com uma voz arrulhada, enquanto puxava o pau dele em direção à boca. Ela lambeu ao redor da cabeça e então o chupou em sua boca, gemendo enquanto provava seus sucos misturados com seu esperma. Ela chupou seu pau amolecido até que escorregou de sua boca com um estalo. Sua boceta estava quente e queimando e ainda com fome de mais. Ela parecia incrível deitada ali esfregando a porra de outro homem em sua pele.

João me olha e sorri…

Peguei uma toalha para que ela pudesse se limpar um pouco. Ela estava coberta de esperma quente de seus seios até o estômago. Depois de limpar o esperma de João , ela olhou para Júlio. “Sua vez de novo, estou pronto para mais! Como você me quer?” Ela perguntou a julio.

Ele respondeu. “Por trás, para que eu possa ver aquela bela bunda.”

Ana moveu-se para que ela estivesse de joelhos na beira do sofá. Ela olhou por cima do ombro para Júlio enquanto agarrava sua bunda; espalhando-o “Foda-me!” “Foda-me com esse pau grande!” ela implorou. Júlio alinhou seu pau duro com a buceta dela; empurrou para frente e afundou seu pau nela em um impulso. Ela gemeu quando sentiu sua buceta faminta preenchida mais uma vez. Ele se manteve profundamente dentro dela enquanto ela movia seu traseiro contra ele. Ele começou um movimento de balanço constante, fodendo-a com um impulso longo e profundo. Ele tinha as mãos nos quadris dela enquanto a fodia. Ana pegou uma de suas mãos e puxou-a até seu seio enquanto eles balançavam para frente e para trás sob ela.

Ele agarrou seu seio enquanto aumentava o ritmo. Ana estava querendo, sem precisar de mais, mais forte, mais rápido. Ela estava empurrando seu corpo de volta contra ele, balançando seus quadris, fodendo-se em seu pau. Ele soltou seu seio e agarrou seus quadris e puxou-a com força para seu pau. Ele levantou uma das mãos e deu um tapa na bunda dela, uma vez, duas vezes, isso a fez foder ainda mais forte. João estava acariciando seu pau enquanto observava seu amigo foder minha esposa. Ela o viu e fez sinal para ele ficar na frente dela. Ela se inclinou e o levou em sua boca enquanto Júlio a fodia com força por trás.

Eu sei que Ana estava no céu; se ela vai foder alguém, então ela quer que eles lhe dêem uma boa foda forte. Até agora, era exatamente isso que esses dois caras estavam fazendo. As coisas estavam tão quentes que não pude deixar de pegar meu próprio pau duro e acariciá-lo enquanto a observava. Júlio continuou a fodê-la com firmeza enquanto ela chupava o pau de João de volta à vida. Júlio agarrou sua bunda e a separou enquanto continuava a transar com ela. Seu impulso estava dirigindo sua boca para baixo no pau de João, que estava mais uma vez inchando em seu tamanho máximo. Ela começou a sentir outro orgasmo crescendo e olhou para Júlio. “Foda-se minha boceta, me faça gozar; é isso!” Ali. Mmmmm sim, foda-me mais forte!” Então ela começou a gozar, ela estava empurrando seus quadris de volta para Júlio .

Sua bunda redonda ricocheteou nele uma e outra vez. João torceu e puxou seus mamilos enquanto ondas de choque percorriam seu corpo. Ela deve ter sentido seu pau crescendo dentro dela, e sabia que ele estava chegando perto. “Continue me fodendo” “Não pare, eu quero que você goze” “Goze na minha bunda!” ela gritou. Seus corpos continuaram empurrando um contra o outro. Ela queria que ele gozasse, queria agradá-lo e isso tudo importava naquele momento.

“Estou gozando! Ele afirmou enquanto puxava seu pau para fora e apontava para a bunda dela. Explosão após explosão de seu esperma pousou em sua bunda enquanto ele acariciava seu pau. Ele deu um tapa com o pau na bunda dela enquanto a acariciava. Assim que terminou de gozar, esfregou a cabeça sobre a bunda dela e espalhou sua porra ao redor. Ela estava olhando para trás por cima do ombro, observando-o e gemendo ao sentir sua porra quente sendo esfregado em sua pele.

“Mmmm, isso foi ótimo.” Ela gemeu.

João havia saído da frente dela e estava acariciando seu pau duro na minha frente… Ana olhou para João e com um grande sorriso .. diz… Vai amor.. pega…

Olha pro João e

Diz: você está pronto de novo? Como você me quer? Diz João..

Ela… Você que manda macho..

ele disse enquanto se movia para a posição. Ele esfregou a cabeça de seu pau gordo para cima e para baixo em sua fenda para lubrificá-la. Ele pressionou contra sua abertura e estalou para dentro. A sensação de seu pau maior abrindo-a a fez gemer quando ela deixou cair a cabeça no sofá. João agarrou seus quadris e começou a fodê-la com longos golpes completos. Ele agarrou seus quadris enquanto mergulhava seu pau em suas profundezas uma e outra vez. Sua pequena bunda redonda saltou para frente e para trás enquanto seu pau batia nela. Seu pau gordo esticou sua buceta, enchendo-a. Ela foi gemeu e resistiu contra ele.

“Deus, sua buceta é tão boa. Pegue esse pau!” ele disse enquanto lhe dava um tapa na bunda. Esse tratamento rude desencadeou outro orgasmo.

“Ah porra! Sim, foda-me! Estou gozando de novo!” Ela gemeu quando as ondas de prazer a percorreram. João a fodeu com mais força, levando-a mais profundamente aos lances de seu orgasmo. Ele continuou a fodê-la com força e bater em sua bunda. Seu orgasmo estava parando, ela choramingava e gemia enquanto ele enfiava seu pau nela. “Foda-se, você tem que gozar! Por favor goze em mim!” Ela implorou. Ele não resistiu por muito mais tempo e anunciou que estava gozando. Ele puxou seu pau para fora e gozou em sua bunda, assim como seu amigo havia feito antes. Ela moveu sua bunda ao sentir sua porra quente espirrando sobre ela. João espremeu o resto de seu leite enquanto espalhava em sua fenda.

Ana desabou no sofá, totalmente esgotado. Ela ficou lá ofegante enquanto tentava recuperar o fôlego. Eles deram a ela uma foda real e ela parecia completamente esgotada. Entreguei aos caras algumas toalhas para que pudessem se limpar antes de se vestirem. Ana limpou o suco de sua porra e buceta de sua bunda e de onde escorria por suas pernas. Os caras se vestiram e eu peguei um roupão para Ana enquanto eu preparava uma bebida para todos nós.

Nós rimos e conversamos enquanto eles terminavam suas bebidas. João veio até mim e disse: quando eu posso vir aqui,mas quero você! E quero Logo.

Ana deu um grande beijo em cada um e agradeceu pela noite, Julio me dá um abraço e sussurra em meu ouvido: curti muito… Tudo… E quero ver vcs novamente…

Todos se certificaram de que tinham os números uns dos outros para que pudessem conversar e talvez se encontrarem novamente algum dia. Não nos importamos em conversar com outras pessoas, isso mantém a vida interessante. Eu os acompanhei até a porta e tranquei depois que eles saíram. Voltei para a sala onde Ana me esperava. Sentei-me ao lado dela e nos beijamos por alguns minutos antes de pedir a ela que me sentisse como tudo isso aconteceu.

Ela agarrou meu pau duro pelas calças e disse que vou te contar tudo enquanto cuido desse grandalhão. “Quer ir para a cama?”

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *