Recebi um Beijo Grego

Estava eu em minha casa, sozinho, quando ouvi a campainha tocar. Abri a porta e me deparei com ela, recém chegada do aeroporto. Estava linda, vestindo um vestido curto que deixava à mostra seus seios fartos e sua cintura fina. Um brilho de excitação atravessou os meus olhos quando ela disse: “Recebi um beijo grego”.

Eu sabia que aquela noite seria muito especial. Ela me deu um beijo quente e profundo, que me fez sentir que toda a energia do mundo se concentrava naquele momento. Nossos corpos se envolveram na mais profunda das conexões e então começou nossa aventura.

Recebi um Beijo Grego

Enquanto nos beijávamos, lentamente eu comecei a desabotoar seu vestido, revelando seus seios. A excitação no meu corpo era tanta que eu mal conseguia conter meus movimentos. Ela me deu um sorriso e me empurrou para trás, me guiando para o quarto.

O quarto estava às escuras, mas a luz da lua iluminava o cômodo. Ela me deu outro beijo quente e profundo e eu a abracei com força. Nossos corpos se moviam como se fossem um só, sua pele macia e quente se encontrava com a minha, como se fosse uma sinfonia de amor.

Eu a deitei na cama e comecei a beijar seu corpo inteiro, desde a ponta dos seus seios até aos seus pés. Ela gemia como se estivesse em transe, e eu sabia que aquele sentimento era igualmente partilhado. Ela se virou e me ofereceu seu corpo de costas, me pedindo para lhe dar mais prazer.

Eu comecei a beijar e morder sua cintura, provocando-a ainda mais. Ela gemia alto de prazer, e eu sentia a intensidade de sua respiração aumentando. Ela se virou de frente para mim e me deu um beijo profundo e ardente, enquanto nossas línguas dançavam devagar.

Eu a penetrei devagar, acompanhando o ritmo de seus gemidos. Ela me abraçou com força e eu senti que ela estava a ponto de gozar. Seu corpo estava tremendo, e eu a segurava para não perder o ritmo.

Ela gemia cada vez mais alto, aumentando a intensidade de seu prazer. Eu podia sentir seu corpo todo se contorcendo, e eu sabia que ela estava quase chegando lá. Então ela gozou, e eu senti seu corpo tremendo inteiro enquanto ela me dava um último beijo quente e profundo.

Eu me deitei ao lado dela e a abracei com força. Ela sorriu e me deu um último beijo. “Obrigada por me dar o beijo grego”, ela disse. Eu sorri de volta e a abracei mais forte, feliz em saber que ela havia sentido a mesma magia que eu havia sentido.

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manga Hentai - Porno Amador - SuperHQ - Hentai - Quadrinhos Eróticos - Quadrinhos Eroticos - Hentai HQ - Super Hentai - Fotos Porno