Minha primeira vez como puta

Sou uma coroa de 55 anos, sou travesti, mas ando e me visto como mulher o dia todo, sou loira cabelos compridos , seios pequenos e bunda normal, mas a muito tempo estava solteira. Estava a trabalho em uma cidadezinha do interior de Minas, e na estrada reparei que havia uma casa noturna, então parei o carro e desci, estava vestindo um vestido de malha cinza, colado ao corpo e bem curto, sandálias altas (é como gosta de andar), então perguntei ao porteiro com quem poderia falar para poder entrar, ele me levou ao responsável, e eu como estava com muita tensão, pois nunca tinha sido uma puta, pedi se podia passar a noite ali com as outras meninas, este então me esclareceu que ali era um puteiro de estrada, mais se eu quisesse podia sim, ai me mostrou as dependências e o quarto que eu ficaria, a tabela de preços e me disse que tinha um conhecido que adoraria me conhecer.

Mais que depressa pedi para nos apresentar, ele então ligou para o cara e falou que tinha uma mulher do jeito dele. Passados alguns minutos, chegou um negro, alto com dois seguranças, ele era administrador de uma fazenda ali perto, de colheita de café. Era conhecido como Tiquinho, eu estava no salão dançando com as outras meninas, quando ele chegou e me convidou a sentar e bebermos alguma coisa, de pronto aceitei começamos a beber e conversar, ele então me pegou pela mão e pediu para leva-lo a meu quarto, eu estava tremendo pois nunca havia feito aquilo, e ao mesmo tempo com muito tesão. Quando chegamos no quarto ele me beijou e disse que eu devia ser muito gostosa, nessa hora senti ele me pegando firme e me colocou de costas e começou a me despir, e já louca de tesão não excitei e levei a mão em seu pau, que eu fiquei louca, era muito grande, ai pensei ele vai me arrebentar, mas já estou aqui vou curtir.

Eu estava só de calcinha fio dental, comecei a tirar a roupa dele e cheguei ao pau dele, era lindo, enorme, comecei a chupar, mas não cabia todo na minha boca, ele me colocou de quatro e passou a língua em meu cuzinho, fui ao céu, e fiquei louca para ele me comer, e pedi para me meter com mais carinho pois ele era muito grande, ele então me colocou um dedo e depois dois e três, e me relaxou, passou um lubrificante e encostou sua pica em meu rabo, eu louca de tesão comecei a rebolar e pedir para me comer.

Ele foi entrando e eu sentindo aquela joia me arrebentando, mas estava muito gostoso, e eu pedia para ele entrar, foi quando senti ele forçando e enterrou seus 25 cm, gritei de dor misturado com tesão, e rebolava mais ainda pedindo para ele socar tudo, quando senti seu saco em minha bunda, ai começamos um vai e vem frenético. Depois de uns 30 minutos ele gozou como uma bica dentro de mim. Saímos do quarto já compostos e ele disse que já estava indo embora, mais era para eu pegar o meu carro e segui-lo, pois nossa noite estava só começando. Fui com ele e passamos uma semana juntos, Isto é outra história que depois conto. Eu me realizei como puta e hoje frequento todos os puteiros que passo nas estradas.

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *