Surpresa para Esposa no Motel

Eu estava planejando há algumas semanas a surpresa para esposa no motel. Eu tinha me organizado para tirar algum tempo do trabalho um dia da semana e fazer direitinho aquela surpresa para ela. Estava tudo certo na minha cabeça, mas eu não estava contando com aquele dia chegar logo.

Quando ela entrou em casa depois de um longo dia de trabalho, eu estava lá, sorrindo, com uma bela caixa embrulhada na minha mão. Ela me olhou com um misto de espanto e curiosidade. Eu abri o embrulho e entreguei o pacote. Ao ver o que era, ela sorriu tímida.

A surpresa para esposa no motel que eu tinha planejado era uma noite bem picante de sexo em um motelzinho bem requintado, com direito a massagem e jantar. Logo ela se animou na ideia. Uma paixão se acendeu em seus olhos e ela disse: “Vamos lá, vamos já!”.

Surpresa para Esposa no Motel

Pegamos nosso carro e seguimos até o motel nos sentindo como dois namorados adolescentes, dispostos a gastar toda aquela noite fazendo loucuras.

Mal paramos o carro fomos direto pro nosso quarto para nos divertirmos. Ela já estava bastante animada e, com aquela carinha maliciosa, ela me puxou para dentro do quarto. Depois de fecharmos a porta, ela me envolveu com seus braços e me beijou com uma ardência incrível, fazendo com que o desejo se intensificasse a cada momento.

Sem demorar mais, começamos a nos despir freneticamente. Daí veio aquela buceta dela, tão grande, tão linda. Eu acariciei os seus lábios até que ela gemesse e começasse a ficar cada vez mais molhada. Dali para a frente, meu sangue ferveu e não consegui mais me conter, e comecei a chupá-la como se as palavras não bastassem para expressar o desejo que eu sentia.

Fiquei ali chupando por um bom tempo. Aos poucos, fui aumentando o ritmo e, então, ela começou a gemer mais alto. Ela dizia coisas como “Chupa mais, por favor” ou “Ah, sim, não para”. Aquilo era realmente incrível. Quando ela começou a tremer eu percebi que estava chegando seu orgasmo. Então, a fui chupando com mais intensidade até que ela finalmente gozou. Ela me abraçou e foi a vez dela retribuir o meu carinho.

Ela me deu um boquete tão gostoso que me fez se sentir o homem mais sortudo do mundo. Enquanto me chupava, ela apertava meus testículos mexendo comigo a cada movimento de sua boca. Ela lambeu cada centímetro do meu pau de um jeito tão sexy que cheguei quase logo ao meu limite.

Ela parou e me virou de costas para ela. Ela começou a acariciar as minhas adegas e me deu alguns tapões tão fortes que eu pensei que ia voar. Ela passou a língua devagar por toda minha bunda, me fazendo sentir frio e calor na pele. Ela me empurrou gentilmente para a cama e subiu em cima de mim, pronta para sentir meu pau.

Ela sentou bem devagar e deslizou nele, provocando um arrepio na minha pele. Começou a cavalgar, cada vez mais forte. A cada movimento, nossos corpos vibravam em sintonia, nos fazendo sentir ainda mais excitados. De vez em quando, ela se inclinava para me beijar, me deixando ainda mais louco.

Logo comecei a sentir meu gozo e a respiração dela ficou cada vez mais ofegante. Ela me olhou nos olhos e, quando percebeu que eu estava quase gozando, segurou minhas costas e me puxou para cima. Foi nesse momento que jorrei dentro dela, e ela também gozou, dando um gritinho meio abafado.

Dali para a frente, continuamos nosso programa de surpresa para esposa no motel. Fizemos mais algumas loucuras, com direito a fazer sexo na banheira e outras posições. Saímos do quarto já no início da manhã, cansados, suados e mais felizes que nunca. Foi uma noite que nunca vamos esquecer.

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 2 / 5. Número de votos: 10

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

free web tracker