Amigo do meu pai me comeu

Eu me lembro da primeira vez que amigo do meu pai me comeu como se fosse ontem. Eu tinha 18 anos na época e havia acabado de conhecer o amigo do meu pai. Ele era um homem bem mais velho, mas tão interessante e atraente quanto. Eu estava fascinada com a forma como ele me olhava, como se a única coisa que quisesse era me possuir.

Mesmo quando ele estava na presença do meu pai, ele não conseguia desviar os olhos de mim. Na época, eu não entendia o que estava acontecendo, mas sabia que era algo muito excitante. Eu estava me sentindo viva pela primeira vez.

Eu não conseguia tirar o amigo do meu pai da minha cabeça. Cada vez que eu pensava nele, eu me sentia quente por dentro. Eu não conseguia parar de imaginar o que seria como se ele me beijasse, como seria se ele me acariciasse.

Então, um dia, quando meu pai saiu para o trabalho, o amigo dele me ligou e me convidou para ir até a casa dele. Eu aceitei prontamente, pensando que isso me daria a chance de saber mais sobre ele.

Quando cheguei à casa dele, fiquei surpresa com a vista que tinha. O lugar era enorme, e aproveitei para conhecer cada cantinho daquele lugar. Não demorou muito para que ele me encontrasse e me levasse para o seu quarto.

Eu estava tão nervosa, mas logo me senti confortável. Ele se aproximou de mim e começou a me beijar, me acariciando por todos os lados. Eu estava gostando muito do que estava acontecendo e me entreguei completamente a ele.

Depois de um longo beijo, ele me pegou no colo e me levou até a cama. Me deitou devagar e começou a me acariciar de novo. Foi então que ele me olhou nos olhos e disse: “Eu quero te comer”.

Foi nessa hora que eu percebi o que o amigo do meu pai realmente queria. Eu estava tão excitada que não consegui dizer nada. Então eu apenas assenti com a cabeça e ele continuou.

Ele começou me beijando por todos os lados do corpo, me acariciando muito. Depois, ele foi se movendo lentamente para baixo, beijando cada vez mais a minha barriga. Quando chegou perto da minha intimidade, eu já não conseguia mais me controlar.

Foi quando ele deslizou os dedos dentro de mim que eu percebi que estava pronta para ele. A sensação de seus dedos me fazia delirar de prazer. Eu queria mais, e então ele começou a me penetrar.

Ele me penetrou devagar, me dando um prazer intenso. Eu fui me entregando cada vez mais a ele, me movendo junto com ele. Quando eu senti que ele estava no ápice, ele me beijou com muita paixão, e eu senti toda a força do seu orgasmo dentro de mim.

Depois disso, nós dois ficamos ali, abraçados, respirando com dificuldade. Eu estava exausta e feliz ao mesmo tempo.

Aquela noite foi inesquecível. Depois disso, nós nos encontramos várias vezes, sempre fazendo sexo incrível. Eu nunca tinha me sentido tão viva e tão desejada como naqueles momentos. Eu nunca tinha me sentido tão bem como quando amigo do meu pai me comeu.

O que você achou desse conto erótico?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.8 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este conto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manga Hentai - Porno Amador - SuperHQ - Hentai - Quadrinhos Eróticos - Quadrinhos Eroticos - Hentai HQ - Super Hentai - Fotos Porno